quinta-feira, 17 de junho de 2010

Old one


"Que raridade encontrei ontem, a minha primeira edição de dois tons no Photofiltre"

Cara, quando eu vi essa foto, começei a lembrar de muitas coisas, uma delas foi de como eu evolui de nerd noob roqueiro, para descolado dj clubber.
Nunca escondi como eu era no passado, que não é muito distante, e que em algumas partes, conservo certas raizes, e esqueci de outras, mas mesmo assim eu sinto um vazio enorme e uma lacuna gigante entre esse meu passado, e o meu presente, não pelo fato de ter varias decepçoes amorosas, muito pelo contrario, foi com elas que eu me fiz forte, suportei e passei por todos os obstaculos, eu penso nessa lacuna, como algo que muitos tem, e acho que na fila de distribuição, deixaram pouco para mim, estou falando de amor, afeto ou carinho corporeo.

Sempre quis alguem para olhar as estrelas comigo, ficar se perguntando como elas pararam lá, dizer coisas ao vento, acariciar cabelos, flertar imensa e intensamente.
Fico me questionando, quando eu econtrarei uma pessoa que pelo menos acompanhe meu ritmo, saiba meus medos e os entenda sem preconceitos e receios? quando irei olhar para os olhos dela, e dizer coisas ue eu perceberei que serão entendidas na primeira vez que eu falar?

"Vida, estou cansado de procurar, por favor, seja gentil e me dê uma luz" :)

3 comentários:

Srt . Vasconcelos disse...

Lindo texto Duck, tenho certeza que essa pessoa está bem do teu lado.

Paola! disse...

"Sempre quis alguem para olhar as estrelas comigo, ficar se perguntando como elas pararam lá, dizer coisas ao vento, acariciar cabelos, flertar imensa e intensamente.
Fico me questionando, quando eu econtrarei uma pessoa que pelo menos acompanhe meu ritmo, saiba meus medos e os entenda sem preconceitos e receios? quando irei olhar para os olhos dela, e dizer coisas ue eu perceberei que serão entendidas na primeira vez que eu falar?"

Memorizante.

Kalula disse...

uia, bonitão