segunda-feira, 16 de agosto de 2010

The Clown

(Cena do filme: O grande ditador, de Charles Chaplin)

Quem é você? quem você quer ser algum dia? que planos você tem?

Rafael meu caro, pare de pensar assim, algum dia isso vai chegar, "A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos." assim dizia o mestre Charles Chaplin, e eu me identifico com tudo que ele já disse algum dia, por que sim, ele conseguiu viver com a felicidade estampada no rosto todas as vezes que ele queria se impor.
Só queria viver como ele por um dia, e dizer coisas como: "Nada é permanente nesse mundo cruel. Nem mesmo os nossos problemas." ou "Não preciso me drogar para ser um gênio; Não preciso ser um gênio para ser humano; Mas preciso do seu sorriso para ser feliz."
Unicamente para eu tratar a todos como pessoas felizes, esquecer das tristezas e das magoas, enfim do jeito que elas são agora para tratar como um publico, mostrar o meu valor para elas, fazer com que elas voltem para as suas casas com algo mudado, com alguma ideia, e sem pensar duas vezes, fazer todos rirem sem medir esforços.

De acordo com C.C, se a vida é uma peça de teatro, o palhaço aqui esta passando pela parte triste da historia.

"Fiz esse post me dando muita referencia ao meu autor e pensador preferido, Charles Chaplin, hoje ganhei um livro que diz sobre a vida dele e tambem para avisar que a minha bipolaridade atacou denovo"

"Quanto ao Ensaio 5, algum dia eu termino ele, estou sem ideia para o desenvolvimento da historia até o fim"

3 comentários:

Kalula disse...

C.C. era ateu XDDD
pelo simples bom senso ^^

Leticia de Souza disse...

MUITO BOM..GOSTEI MAIS DA CITAÇAO:
"Nada é permanente nesse mundo cruel. Nem mesmo os nossos problemas." ou "Não preciso me drogar para ser um gênio; Não preciso ser um gênio para ser humano; Mas preciso do seu sorriso para ser feliz."

perfeito!!

Srt . Vasconcelos disse...

Nunca consigo terminar uma história. Quanto a C.C, não tenho porém palavras, a não ser : gênio.